Após homicídio polícia detém pintor por embriaguez em Birigui

Um pintor de 38 anos, morador no Jardim Santana, em Birigui (SP), foi preso na tarde de domingo (11) por embriaguez ao volante.

1565631959 44346 - Após homicídio polícia detém pintor por embriaguez em Birigui
Carro com as mesmas características do que foi utilizado pelo autor do assassinato.
Imagem: Circuito de Segurança

Ele foi abordado durante as buscas pelo autor de um homicídio ocorrido no final da manhã, pois conduzia um carro com as mesmas características do que foi utilizado pelo autor do assassinato.

Segundo o boletim de ocorrência, após ver as imagens gravadas por câmeras instaladas próximo ao depósito de bebidas onde aconteceu o assassinato do pintor Sidnei Pereira da Silva, 49 anos, os policiais identificaram um Fiat Palio escuro como sendo o carro usado pelo autor do crime.

Eles saíram em patrulhamento e encontraram um veículo com as mesmas características pela rua Euclides Miragaia, próximo ao cruzamento com a rua Saudades.

O carro era ocupado por quatro homens e o condutor apresentava sinais de embriaguez. Ele fez o teste do bafômetro, que apontou 0,47 miligramas de álcool por litro de ar alveolar, quando o limite para a prisão em flagrante é 0,33 miligramas.

Outro ocupante do carro estava com 0,4 gramas de maconha e um pino contendo cocaína, droga que alegou ser para consumo próprio.

Reconhecimento

Todos os quatro foram detidos e apresentados no plantão policial, onde negaram envolvimento com o homicídio. Eles foram apresentados para uma testemunha do crime, mas nenhum deles foi reconhecido como autor dos disparos.

Apesar disso, o delegado plantonista determinou que fossem submetidos a exame residuográfico para verificar ser havia vestígio de pólvora nas mãos de algum deles. Não há previsão de data para o resultado ser divulgado.

O carro também foi apreendido para ser periciado e o condutor ficou preso, pois não pagou a fiança de R$ 1 mil para responder em liberdade pelo crime de embriaguez ao volante. Os demais foram ouvidos e liberados.

Fonte: Hojemais-Araçatuba

Curta e Compartilha

Comentários