Atletas biriguienses se destacam e irão jogar na elite do voleibol na Europa

FB IMG 1595457753405 - Atletas biriguienses se destacam e irão jogar na elite do voleibol na Europa
Os irmãos irão jogar em equipes da elite do voleibol espanhol e italiano.
Foto: arquivo pessoal.

Os irmãos biriguienses Leonardo e Victor, ambos ponteiros profissionais de vôlei, irão jogar na Europa. Os atletas iniciaram suas carreiras jogando e treinando na escolinha de voleibol do município.

Leonardo Almeida Cardoso, 23 anos, conhecido como Léo Birigui, vai jogar na primeira divisão da Espanha, no Voley Textil Santanderina, time de Cabezón de la Sal (Cantabria).

O irmão Victor Alexsander Almeida Cardoso, de 21 anos, ou Victor Biriguizinho, vai jogar na primeira divisão da Itália, no time Vibo Valentia, mesmo nome da província Vibo Valentia, que fica na região da Calábria.

Os irmãos ainda estão em Birigui, porém Victor Biriguizinho parte terça-feira (28) para a Itália. Já o irmão Léo Birigui vai em agosto, em data que será agendada nos próximos dias.

Depois de deixar Birigui, atuar no Sesi SP, no Araucária, no Santo André (onde foi campeão paulista), no Atibaia, Rio AABB e no Anápolis (Goiás), Léo vai deixar o Brasil e seguir carreira na Espanha.

“É a realização de um sonho jogar no exterior. Quando eu era criança todos os meninos brincavam com uma bola de futebol. Eu e meus irmãos brincávamos com uma bola de vôlei”, comentou Léo.

O vôlei na vida dos irmãos tem total influência do pai, que é ex-jogador e professor de vôlei da escolinha da Prefeitura de Birigui.

FB IMG 1595457758536 - Atletas biriguienses se destacam e irão jogar na elite do voleibol na Europa
Pai que também foi jogador e treinador é inspiração para os atletas.
Foto: arquivo pessoal.

“Da brincadeira em casa para os treinos na prefeitura. Da escolinha da Prefeitura de Birigui para o Sesi. Do Sesi para outros times e, agora, para a Europa. É uma mistura de medo (por deixar os filhos mudarem para outros países) com alegria (pela contratação de times do exterior)”, comentou o pai dos atletas, técnico Gilmar Ferreira Cardoso.

Já o ponteiro Victor deixou Birigui, atuou pelo Sesi, pelo AVP do Mato Grosso do Sul, pelo Vôlei Itapetininga e retornou ao Sesi, onde disputou a temporada 2019/20 pelo time profissional.

“Meus irmãos e meu pai foram meus exemplos no vôlei. Acredito que sem eles esse sonho não seria possível”, disse Biriguizinho, que irá enfrentar os ponteiros brasileiros Lucareli e Leal, que jogam na liga italiana.

SELEÇÕES

Léo Birigui busca sua

Curta e Compartilha

Comentários