Em Birigui, motoristas causam acidentes e fogem sem prestar socorro as vítimas

Está cada vez mais recorrente aos condutores em Birigui, fugir após acidentes trânsito e não prestar socorro as vítimas. Somente está semana, foram registrados três casos no município, um com vítima fatal.

No primeiro, uma mulher de 52 anos, moradora no Jardim Popi, em Birigui (SP), foi internada na noite de domingo (20), após se envolver em um acidente de trânsito. A colisão teria ocorrido pouco depois das 18:30h, na Av. Natal Masson, nas imediações no numeral 3.000, no bairro Calçadista. A reportagem teve acesso às imagens de câmeras de segurança que mostram o momento do acidente.

IMG 20201224 150217 - Em Birigui, motoristas causam acidentes e fogem sem prestar socorro as vítimas
Motorista foge após colisão na Av. Natal Masson. Imagem: reprodução.

No vídeo, um veículo corsa aparece no alto da imagem já arrastando o que parece ser a motocicleta conduzida pela vítima. Na sequência das imagens da para se notar o para-choque e farol direito danificados pela colisão. O veículo era ocupado por pelo menos três pessoas no momento do acidente. Segundo o que foi relatado à polícia, uma das partes havia fugido.

Após acidente vítima foi socorrida em estado grave. Vídeo: reprodução.

No segundo, duas jovens sofreram escoriações pelo corpo nesta quarta-feira (23), após se envolverem em uma colisão na região central da cidade.

O acidente ocorreu por volta das 17hrs na rua Barão do Rio Branco e foi registrado por câmeras de segurança.

Vídeo mostra colisão e veículo deixando o local. Vídeo: arquivo pessoal.

Nas imagens, um veículo gol colide na traseira da motocicleta ocupada pelas jovens. Pessoas que passavam pelo local e presenciaram o momento da colisão, tiraram fotos da placa do veículo. Logo em seguida, o motorista do veículo foge sem prestar socorro as vítimas.

IMG 20201223 WA0026 768x1024 - Em Birigui, motoristas causam acidentes e fogem sem prestar socorro as vítimas
Populares tiraram foto da placa do veículo. Foto: arquivo pessoal.

No terceiro, o vigilante Reginaldo Maciel de Souza, 48 anos, morador no bairro Nova Iorque, em Araçatuba (SP), morreu após colidir a moto que conduzia em outra na noite de quarta-feira (23), em Birigui. O outro motociclista teria deixado o local e não foi identificado.

Segundo o site Hojemais-Araçatuba, a colisão teria ocorrido na avenida Benjamin Lot, pouco antes das 23h. O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo e fuga de local de acidente.

Omissão é crime

Sem prestar socorro imediato à vítima, o motorista comete crime previsto no artigo 304 do CTB, com pena de detenção de seis meses a um ano ou multa, caso o fato não constitua crime mais grave.

Quando o acidente possui vítima, o Código de Trânsito Brasileiro prevê uma infração de trânsito gravíssima ao condutor que se afastar e desfazer o local do acidente. Ele poderá ser penalizado com multa de R$ 1.467,35 e suspensão do direito de dirigir pelo período de dois a oito meses.

Quando o motorista tem culpa

Caso o condutor tenha culpa no acidente, também poderá responder pelos crimes de lesão corporal culposa ou homicídio culposo na direção de veículo automotor. “Além disso, será responsabilizado civilmente a indenizar a vítima pelos danos cometidos”.

Curta e Compartilha

Comentários