GCM é espancado e tem arma roubada durante corrida de táxi em Araçatuba

Um GCM (Guarda Civil Municipal) de Araçatuba, de 47 anos, que também é taxista, foi espancado e teve a arma roubada na madrugada desta segunda-feira (8), por dois homens que solicitaram uma corrida no recinto de exposições.

1562596236 68685 - GCM é espancado e tem arma roubada durante corrida de táxi em Araçatuba
Carro do taxista teve a frente bastante danificada após acusado do roubo batê-lo antes de fugir (Foto: Rafael Machi/Diário de Penápolis-Colaboração)

Os bandidos bateram o carro em Penápolis (SP) e fugiram deixando a vítima trancada no porta-malas. O taxista foi internado com afundamento de crânio.

A vítima contou à polícia que pegou os dois passageiros que solicitaram uma chamada no recinto de exposições e pediram uma corrida para o bairro Colinas, em Birigui (SP).

Porém, no meio do caminho um deles pediu ao taxista que parasse, pois precisava urinar. Assim que ele estacionou, foi rendido, mas entrou em luta corporal com os assaltantes e levou várias coronhadas na cabeça e por todo corpo.

Após rendê-lo, os ladrões encontraram a pistola calibre 380 da vítima, roubaram a arma e trancaram o taxista no porta-malas.

Celular

Os bandidos não perceberam que a vítima estava com um celular e ela aproveitou para telefonar para a Polícia Militar. Durante o telefonema, os ladrões ouviram o taxista conversando, pararam o carro e voltaram a agredi-lo.

Ainda segundo a vítima, enquanto estava no porta-malas, ela ouviu os bandidos dizendo ao celular que iriam para a cidade de Barbosa, vizinha a Penápolis.

Entretanto, quando estavam em Penápolis, eles se assustaram com uma viatura da Polícia Militar e fugiram.

Quando estavam no final da rua Dr. Ramalho Franco, o condutor do carro bateu em um VW Gol que estava estacionado e em seguida, em um trailer de lanches.

Os ladrões abandonaram o veículo danificado e fugiram em meio a um matagal, levando a pistola da vítima, que foi retirada do porta-malas e levada por equipe de resgate do Corpo de Bombeiros para o pronto-socorro.

Ferimentos

O taxista foi medicado, teve os ferimentos suturados e seria submetido a novos exames, pois foi constatado um pequeno afundamento de crânio. Familiares foram informados e iriam para o hospital.

Um policial civil foi ao local onde o carro foi danificado e acompanhou a perícia. O veículo ficou danificado e foi levado para a delegacia em seguida.

Durante a manhã, segundo o site, Hojemais-Araçatuba, um dos assaltantes foi detido em Araçatuba. Ele teria contratado um mototaxista para trazê-lo até a cidade, onde foi abordado.

Curta e Compartilha

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.