Jovem de Birigui que teve 91% do corpo queimado morre na Capital

FB IMG 1602450723494 - Jovem de Birigui que teve 91% do corpo queimado morre na Capital
Maria Magnólia estava internada após sofrer queimaduras em 91% do corpo. Foto: arquivo pessoal.

A jovem Maria Magnólia de 20 anos, que teve 91% do corpo queimado em um acidente de trabalho no último dia 10 de setembro, em Birigui (SP), não resistiu a gravidade dos ferimentos e veio a óbito neste final de semana em São Paulo. A jovem havia sido transferida para o hospital Vila Penteado, especializado em queimados, na capital. O estado de saúde da moça era considerado gravíssimo.

Amigos e o próprio estabelecimento onde a moça trabalhava, divulgaram nas redes socias homenagens a jovem.

IMG 20201011 221554 777x1024 - Jovem de Birigui que teve 91% do corpo queimado morre na Capital

O acidente

As duas mulheres foram socorridas após sofrerem queimaduras provocadas por álcool e fogo no interior de uma padaria onde trabalhavam, na avenida Nelson Calixto, na Vila Germano, em Birigui. Elas estavam reabastecendo um dispositivo com álcool, usado para aquecer alimentos, quando o acidente aconteceu.

De acordo com a polícia, o proprietário do estabelecimento explicou que as duas vítimas são balconistas. Uma delas reabasteceu o dispositivo com álcool enquanto a colega de trabalho foi acender usando um palito de fósforo. O fogo se alastrou e atingiu as duas mulheres.

O fogo se espalhou por todo o corpo da mulher de 20 anos provocando queimaduras graves. A outra funcionária foi atingida no braço e na perna esquerda, sofrendo queimaduras mais leves. As vítimas foram levadas ao Pronto Socorro Municipal de Birigui pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros.

Curta e Compartilha

Comentários