Mulher é presa após esfaquear marido em Birigui

Uma auxiliar de serviços gerais de 29 anos foi presa após esfaquear o marido, um açougueiro também de 29 anos, durante a tarde do sábado (7), no bairro João Crevelaro em Birigui.

IMG 20190909 151659 - Mulher é presa após esfaquear marido em Birigui

Segundo informações do boletim de ocorrência, uma equipe foi chamada em uma residência na rua Tokuji Tokunaga, para verificar um desentendimento.

Chegando ao local, a mulher contou aos policiais que discutiu com o companheiro pelo fato de ele querer sair de moto alcoolizado. Segundo a mulher, ele a segurou pelo pescoço e passou a lhe agredir com socos.

A auxiliar de serviços gerais, então, foi até a cozinha e pegou uma faca. Ela errou o primeiro golpe, que atingiu superficialmente seu próprio braço direito, mas acertou outros dois no abdômen da vítima.

O açougueiro foi socorrido em estado grave ao pronto-socorro, onde passou por uma cirurgia de emergência. Uma das facadas transfixou o corpo da vítima.

A mulher também passou pelo hospital e após receber sutura no ferimento sofrido no braço, foi encaminhada ao plantão policial.

Em pesquisa no sistema, o delegado plantonista encontrou o registro de um boletim de ocorrência de lesão corporal grave registrado pela acusada contra o companheiro em 2018.

Ela contou que na época obteve as medidas protetivas previstas na lei Maria da Penha, mas depois aceitou que o companheiro voltasse para casa.

Interpretação da lei

Apesar do histórico de agressão, o delegado entendeu que nesse caso, não configurou legítima defesa, pois a mulher feriu o marido utilizando uma faca, não para se defender de agressões, mas sim, para tentar impedi-lo de sair de casa com a moto.

A mulher será apresentada em audiência de custódia.

Fonte: Hojemais-Araçatuba

Curta e Compartilha

Comentários