Prefeito manda e eles obedecem: vereadores “aprovam” CP que investigará chefe do executivo sobre possível envolvimento com esquema de desvio de verba da Saúde

A Câmara de Birigui (SP) aprovou na sessão desta terça-feira (6), a abertura de duas comissões processantes com pedidos de investigação contra o prefeito Cristiano Salmeirão (PTB) e o vereador Clóvis Batista (PSD).

IMG 20201007 124053 - Prefeito manda e eles obedecem: vereadores "aprovam" CP que investigará chefe do executivo sobre possível envolvimento com esquema de desvio de verba da Saúde
Abertura de CP foi aprovada por unanimidade. (Foto: reprodução).

Ambos os pedidos de abertura de CP (Comissão Processante) estão ligados indiretamente à operação Raio X, ação que tem como alvo suposto grupo especializado no desvio de dinheiro público da área da Saúde. Em vídeo divulgado em suas redes socias, o prefeito Cristiano Salmeirão “pede” aos vereadores que aprovem o pedido envolvendo seu nome.

Prefeito pede que CP seja aprovada. (Vídeo: reprodução).

Quase que, como em jogo de xadrez, onde cada jogada é pensada, os vereadores discursaram, uns em tom de despedida, outros e tom de “revolta”; Mas, mesmo sendo aprovada por unanimidade, ficou claro que para alguns vereadores, a Câmara não deveria investigar o chefe do executivo, deixando esse trabalho somente a cargo da Polícia e Judiciário. Estranhamente esses vereadores esquecem que é exclusivamente das atribuições da câmara e seus representantes, fiscalizarem e investigarem o chefe do executivo municipal.

Os pedidos foram feitos pelos vereadores Benedito Dafé Gonçalves Filho (PSD) e Cláudio Barbosa de Souza, o Kal (DEM), respectivamente.

De acordo com Dafé, o prefeito infringiu artigo do decreto-lei nº 201, de 27 de fevereiro de 1967, que dispõe sobre a responsabilidade de ocupantes de cargos no Executivo e Legislativo municipais.

FB IMG 1601935737666 767x1024 - Prefeito manda e eles obedecem: vereadores "aprovam" CP que investigará chefe do executivo sobre possível envolvimento com esquema de desvio de verba da Saúde
Pedido de investigação contra o executivo foi protocolado por vereador Benedito Dafé.

O nome de Salmeirão aparece no relatório do desembargador do TJ-SP Ademir Benedito por ter sido citado por suspeitos em depoimentos durante as investigações policiais. Por ocupar cargo público, o prefeito de Birigui conseguiu na Justiça foro privilegiado. Assim, será investigado apenas pelo tribunal e não pela polícia local.

Aprovada

Como também divulgado pelo site HojemaisAraçatuba, a abertura da CP foi aprovada por unanimidade. Não votaram Dafé, por ser autor do pedido, e o presidente da Câmara, Felipe Barone (Avante).

Farão parte da comissão os vereadores Clóvis Batista, Cláudio Barbosa de Souza, o Kal (DEM) e Rogério Guilhen (PSD).

Áudio

A segunda comissão irá investigar o vereador Batista que teve um áudio divulgado em redes sociais, onde ele citou nomes de parlamentares que estariam envolvidos no esquema de desvio de recursos da Saúde.

Em áudio vazado, vereador cita nomes de colegas que supostamente teriam envolvimento com esquema de desvio de vebas. (Áudio: reprodução).

No áudio Batista estaria respondendo ao questionamento de um munícipe sobre as investigações.

Na Tribuna em sua defesa, Batista disse que foi induzido a citar nomes e que a intenção não era acusar ninguém.

A comissão foi aprovada por unanimidade. Não votaram o vereador Kal, por ser o autor do pedido, Batista e o presidente da Casa.

Farão parte da comissão Luiz Roberto Ferrari (PSDB), Eduardo Fonseca de Luca (PT) e Andrey Servelatti (Cidadania).

Curta e Compartilha

Comentários