Satélite da NASA capta incêndio na Amazônia: Governo estuda uma forma de agravar a pena para quem for identificado como autor de queimadas

brazilfires virs 2019225 - Satélite da NASA capta incêndio na Amazônia: Governo estuda uma forma de agravar a pena para quem for identificado como autor de queimadas
Foto: NASA
O espectrorradiômetro de resolução moderada (MODIS) do satélite Aqua da NASA, capturou as imagens de vários incêndios ocorrendo nos estados de Rondônia, Amazonas, Pará e Mato Grosso em 11 de agosto e 13 de agosto de 2019.

Na região amazônica, os incêndios são raros na maior parte do ano porque o clima úmido impede que eles comecem e se espalhem. No entanto, em julho e agosto, a atividade normalmente aumenta devido à chegada da estação seca.

Muitas pessoas usam o fogo para manter terras cultiváveis ​​e pastagens ou para limpar a terra para outros fins. Normalmente, o pico de atividade no início de setembro e principalmente pára até novembro.

A partir de 16 de agosto de 2019, uma análise dos dados de satélite da NASA indicou que a atividade total de incêndios na bacia amazônica neste ano esteve próxima da média em comparação com os últimos 15 anos. (A Amazônia se espalha por todo o Brasil, Peru, Colômbia e partes de outros países.) Embora a atividade pareça estar acima da média nos estados do Amazonas e Rondônia, até agora tem aparecido abaixo da média em Mato Grosso e Pará, segundo estimativas de o Global Fire Emissions Database, um projeto de pesquisa que compila e analisa dados da NASA.
IMG 20190823 130408 647x1024 - Satélite da NASA capta incêndio na Amazônia: Governo estuda uma forma de agravar a pena para quem for identificado como autor de queimadas

ONU

Nesta quinta-feira (22), o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse estar profundamente preocupado com os incêndios florestais na floresta amazônica. Ele reforçou que não podemos mais arcar com os danos para uma das maiores fontes de oxigênio e biodiversidade.

A presidente da Assembleia Geral da ONU, María Fernanda Espinosa, também falou sobre o assunto. Ela citou incêndios florestais pelo mundo e cobrou ações urgentes, dizendo que as florestas são cruciais para enfrentar a mudança do clima.

IMG 20190823 130258 - Satélite da NASA capta incêndio na Amazônia: Governo estuda uma forma de agravar a pena para quem for identificado como autor de queimadas

Governo estuda agravar penas para autores de incêndios na Amazônia

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou ao blog do G1 nesta quinta-feira (22), que o governo estuda uma forma de agravar a pena para quem for identificado como autor de queimadas na Amazônia.

Onyx participou nesta quinta de uma reunião de emergência no Palácio do Planalto para discutir o tema.

No encontro, o presidente Jair Bolsonaro assinou um despacho mandando todos os ministérios se mobilizarem para identificar focos de incêndio na região da Amazônia Legal e encontrar soluções para o enfrentamento da questão.

Segundo o ministro da Casa Civil, a expectativa é que já nesta sexta (23) o governo anuncie as primeiras ações de enfrentamento das queimadas.

"Todos os ministérios estão mobilizados para apresentar uma solução. Desde ações pontuais para o combate a queimadas e desmatamento até soluções que envolvam toda a Amazônia Legal. Também vamos trabalhar com os desdobramentos na esfera criminal, inclusive com agravamento de pena. A Amazônia é um patrimônio brasileiro e não vamos abrir mão", disse Onyx ao G1.
Curta e Compartilha

Comentários